Rede UNIDAS doa 1.700 cestas básicas para Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia

Nora Löhr • 22 Junio 2020
O Goethe-Institut Salvador-Bahia entrega nesta quarta-feira (17) 1.700 cestas básicas à Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM-BA) para distribuição entre mulheres em situação de vulnerabilidade social. Os recursos para a aquisição das cestas foram viabilizados junto ao governo alemão pela UNIDAS – Rede de Mulheres entre a América Latina, o Caribe e a Alemanha, fruto de uma ação conjunta do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha e o Goethe-Institut.
Membro-fundadora da UNIDAS, a atriz alemã Sibel Kekilli esteve em Salvador, entre janeiro e março deste ano, como residente no Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut, com o objetivo de mobilizar ações para efetivar, na capital baiana, as intenções da rede. Entre os resultados de sua passagem pela cidade, Sibel foi responsável por levantar patrocínio para a Casa Respeita as Mina, no Pelourinho, contribuindo com uma agenda de atividades para discutir e dar visibilidade a pautas feministas, além de promover formação e incentivo às mulheres em diversas áreas.
A Casa Respeita as Mina suspendeu o funcionamento presencial na segunda quinzena de março, devido as medidas de isolamento social de combate à disseminação do novo coronavírus, mas tem desenvolvido eventos online. Inaugurada em fevereiro, a Casa Respeita as Mina é uma iniciativa da Maré Produções e da SPM-BA e tem patrocínio da Bahiatursa, do Goethe-Institut e da UNIDAS.
 
Doações
As cestas básicas serão distribuídas para coletivos, associações e grupos de mulheres por meio da Rede Mulher Solidária, liderada pela SPM-BA com a participação de representantes da Defensoria Pública, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Fundação Oswaldo Cruz, Federação das Indústrias da Bahia (FIEB) e Fecomércio-BA, por meio da Câmara da Mulher Empresária (CME).
“Essa doação chega em um momento de extrema importância. A pandemia da Covid-19 impactou na saúde e na subsistência das mulheres que, além de serem maioria da população, constituem o maior contingente de trabalhadoras informais e da área de serviços, os setores mais atingidos com o isolamento social necessário. Foram as primeiras as serem desempregadas e muitas delas estão em condições ainda mais difíceis”, disse a secretária da SPM-BA, Julieta Palmeira, ao destacar que as mulheres chefas de famílias monoparentais, ou seja, que criam seus filhos sozinhas, serão, preferencialmente, as beneficiadas com a doação.
O diretor do Goethe-Institut Salvador-Bahia, Manfred Stoffl, destaca que um dos objetivos da instituição é fortalecer e apoiar a sociedade civil com foco especial nos grupos marginais. "Neste contexto, consideramos importante apoiar as mulheres em situação de vulnerabilidade social, tanto em Salvador como na América Latina. As cestas básicas representam uma espécie de ajuda de emergência em tempos excepcionais, que fazem parte de um projeto maior em cooperação com a SPM e o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha", ressaltou.