#PRÊMIO

Laureadas/os 2021: #NiUnaMenos

Award
Pia Castro, Hinde Pomeraniec, Mariana Carbajal, Ana Correa, Ingrid Beck, Annalena Baerbock | Copyright: photothek.net Thomas Trutschel

Em 2015, depois de casos graves de violência contra mulheres e femicídios se tornarem conhecidos, milhares de pessoas saíram às ruas na Argentina e, mais tarde, em toda a região da América Latina, para protestar contra a violência contra as mulheres. Este foi o nascimento do movimento #NiUnaMenos. O que começou com um tweet e foi impulsionado por um grupo de mulheres jornalistas tornou-se um dos maiores e mais conhecidos movimentos do mundo contra a opressão das mulheres. Parabéns a #NiUnaMenos por ter ganho o primeiro Prêmio Unidas para os Direitos da Mulher e a Democracia!

O prêmio é um reconhecimento pelos méritos especiais de indivíduos, grupos e organizações na promoção dos direitos da mulher e da democracia na América Latina e no Caribe. Projetos, iniciativas-modelo ou compromissos excepcionais, entre outros, podem ser levados em consideração. O Prêmio Unidas é concedido uma vez por ano com base na decisão de um júri independente,composto pelos membros do conselho consultivo e pela presidente da Unidas e.V. e é dotado de 10.000 euros. O júri decide com base nos seguintes critérios: relevância, impacto, inovação, sustentabilidade e desafios específicos. Uma vez por ano, as Missões diplomáticas da Alemanha na América Latina e no Caribe e os membros da rede de mulheres podem apresentar propostas para até dois premiados ou grupos, não sendo possível autoaplicações.